June 23, 2017

May 26, 2017

Please reload

Mais Notícias

Três corridas, três vencedores e três líderes!

June 27, 2017

1/2
Please reload

Fresquinhas! Uiii!

Chiliquinho é bicampeão em 2016

March 8, 2017

Troféus alinhados para a premiação. Festa de Confraternização.

Foto: Daniela Ribeiro

 

O “irritadinho” da turminha levou o Bi e também o de Equipes.

Campeões

 

Ao conquistar a vitória na última etapa, Filipe Fernandes (VHR) garantiu a vantagem sobre Henrique Sigoli (7BB) e o troféu de Campeão de 2016. “Poh mano ganhei!”, comemorou ele... Sem chiliques... Sério!

 

“Queria muito a vitória, mas ser Vice no meu segundo ano de campeonato tá bom demais!”, falou aos repórteres Henrique Sigoli, comemorando com sua equipe e familiares. "Agradeço meu pai, minha mamãe, minha namorada, meu cachorro e meu pote de Whey", completou.

 

Filipe terminou o ano com duas vitórias, outros quatro pódios e três voltas rápidas, somando 172 pontos. Henrique, por sua vez, fez um excelente final de campeonato. O piloto da 7BB chegou ao pódio nas últimas quatro corridas. Nestas, obteve suas duas vitórias do ano.

 

Triunvirato de 2016. Filipe Fernandes; Henrique Sigoli; Bruno Ratão. Festa de Confraternização.

Foto: Daniela Ribeiro

 

Em uma temporada na qual seis pilotos saíram vencedores, os resultados de ambos impressionam pela regularidade. Além deles, somente André MacMed (RBR) – a.k.a. Jihad Joe – conseguiu duas vitórias.

 

O piloto da RBR disputou a P03 Geral até os instantes finais da temporada contra Alexandre Gregoski (BTR) e Bruno Ratão (M2R). Na peleja, o Roedor se saiu melhor. Apesar de não possuir nenhuma vitória no ano, o piloto da M2R conseguiu se manter à frente no campeonato e, assim, garantir o prêmio de último dos primeiros.

 

“Estou contente com a conquista. Apesar de um fim de temporada mais difícil, consegui repetir a colocação de 2015”, comentou Ratão. “Alguém lembra de ter visto ele ganhar alguma vez?” brincou Gregoski, dor de cotovelo. “أنا لست سعيدا حول هذا الموضوع. سوف تقتل كل واحد”, completou Jihad Joe.

 

Equipes

 

De quebra, Filipe levou ainda o prêmio de Equipe Campeã, juntamente com seu companheiro Fernando Vivaldini.

 

Vaca H Racing de Filipe Fernandes e Fernando Vivaldini. Festa de Confraternização.

Foto: Daniela Ribeiro

 

A Vaca H Racing conquistou sete pódios em 2016 e somou 263 pontos, ficando 36 pontos à frente da Scuderia Pé de Pano, de Dante Arnaes e de Ricardo Garcia.

 

“Objetivo cumprido”, disse aos repórteres Fernando Vivaldini. “Este ano era pontuar para conquistar prêmio de equipes. Até peguei um pódio!”, completou.

 

Tabela de classificação. Após a PKL-E09 T-2016.

Fonte: Comitê Organizador - 05.

Roda Presa

 

Já o prêmio de pior piloto do ano ficou com Fábio Ito (N2Y). Ele somou somente 77 pontos e conseguiu, só uma vez, ficar entre os cinco primeiros, mas foi o piloto com o menor número de ausências entre os que tinham menos pontos.

 

Roda Presa do ano. Fábio Ito comemora seu título inédito. Festa de Confraternização.

Foto: Daniela Ribeiro

 

A conquista veio somente na última etapa, na qual Ito quase perdeu o prêmio para Thiago Baptista (WRT). Caso conseguisse um pódio, o Roda Presa mudaria de mãos e seria do piloto da WRT.

 

A P3 de Ito foi perdida na penúltima volta da corrida. “Caramba se não tivessem me ultrapassado eu não era Roda Presa! Ainda bem que perdi o pódio... To levando o meu para casa!”, comemorou o piloto na N2Y.

Please reload

Siga